Blog

Estimulação motora é fundamental para o desenvolvimento da criança

Espaco Theo

Espaco Theo

Os pais devem estimular seus filhos desde pequenos para o desenvolvimento motor. Com cinco ou seis meses, a criança já começa a engatinhar e por volta de um ano, a andar. Caso o seu filho esteja passando muito desse período sem responder aos estímulos, é aconselhável procurar um ortopedista pediátrico para analisar a causa (ortopédica ou neurológica) e o tratamento correto.

“Cada caso é analisado individualmente. Pode ser necessário o tratamento apenas com fisioterapia ou até mesmo com cirurgia. Quanto mais precoce o tratamento, maior a chance de sucesso. Mas independente disso, é muito importante os pais estimularem o filho em casa também”, explica o ortopedista pediátrico do Espaço Théo, Alexandre Ciríaco.

Se com oito ou nove meses a criança ainda não estiver engatinhando, ou se com cerca de um ano e quatro meses não estiver andando, acenda o sinal amarelo. “A maioria das crianças que não se desenvolvem no tempo esperado é por falta de estímulo. Uma criança de um ano e um mês chegou para fazer fisioterapia comigo porque ainda não engatinhava. Com uma sessão já vi evolução. O alerta que dou aos pais é: fiquem atentos, acompanhem a fase de crescimento da criança e estimulem”, aconselha a fisioterapeuta do Espaço Théo, Sarah Acris.

Confira quatro dicas para estimular seu filho a partir do primeiro mês de vida:

  1. Coloque o bebê no tapetinho de atividades a partir do primeiro mês;
  2. Não deixe a criança presa;
  3. Coloque-a no chão para começar a se conhecer, conhecer o corpinho;
  4. Estimule a pegada de brinquedos.
Pesquisar
Categorias
Scroll Up